A criatividade ácida de Banksy

 

Nos últimos anos, a publicidade vem mostrando versatilidade quando se trata de criar novos meios e suportes para veicular a mensagem do anunciante. Mas Banksy está fazendo a mesma coisa na arte já há algum tempo. Suas obras nunca ficam presas ao limite do quadro e sempre estão nas ruas para a sua ironia ser apreciada sem moderação por quem tiver mente aberta e deixar um pouco preconceitos e dogmas de lado no momento que se deparar com uma de suas obras.

O livro Banksy – Wall and Piece reúne suas obras que foram expostas em muros, postes e outros locais inusitados. Tamanha criatividade vale milhões e sua trajetória é muito bem contada no documentário Exit Through the Gift Shop, que concorreu ao Oscar da categoria este ano. Recomendo tanto o livro quanto o filme, que realmente é sensacional. Como um artista subversivo, ele fez algo a respeito da aceitação do “sistema” à sua obra cinematográfica:

Assim como Toscani, ele às vezes apronta na publicidade como esta intervenção em um outdoor.

Um dos temas favoritos de Banksy é a crítica ao consumo e à Disney. No filme, a narração sobre a ação de guerrilha que ele fez ao colocar na Disneylândia, sem ninguém perceber, um boneco representando um prisioneiro de Guantanamo em um dos brinquedos do parque te deixa envolvido e sem acreditar na coragem dele em perturbar o mundo “perfeito” do Mickey.

Personagens da cultura pop também recebiam homenagens do artista.

Em um mundo cada vez mais politicamente correto, quebrar as regras de vez em quando faz bem para a criatividade.

Blog Widget by LinkWithin
The following two tabs change content below.

Caio Costa

Editor-chefe at Blogcitário
Publicitário, Diretor da Orfeu Comunicação e editor-chefe do Blogcitário, seu blog de publicidade.
 
 

Comentários no Facebook

1 comentário

Deixe um comentário

 

 

 

© Blogcitário - o seu blog de Publicidade, marketing, viral e guerrilha. Todos os direitos reservados.

Rodando sob Wordpress. Layout e Programação por Hilder Santos.

Follow @blogcitario