Qual a diferença entre Publicidade e propaganda?

 

Certo dia, ouvi uma pessoa perguntando para o seu amigo o seguinte: “por que as faculdades sempre dizem que o curso é de publicidade e propaganda? Não é a mesma coisa”? Nesse momento, parei alguns segundos para refletir sobre a questão para ter condições de responder a esta dúvida cruel quando for preciso. Muita gente, até mesmo quem trabalha na área, não sabe qual a diferença entre publicidade e propaganda.

Afinal, onde está a diferença entre publicidade e propaganda?

Puxei pela memória as aulas na faculdade. Na época, o professor tratou logo de identificar os supostos “irmãos gêmeos”. Propaganda é o ato de divulgar ideias, conceitos e valores sem fins lucrativos. Publicidade é fazer isso com objetivo de ter lucro por parte do anunciante.

Quando alguém pede um minuto da sua atenção para falar sobre a vinda de Jesus, ela está fazendo propaganda da sua religião, pois o único interesse dela é te convencer a fazer parte da Igreja da qual ela participa. Mas se no meio desse discurso aparecer a marca de uma loja de artigos religiosos, a mensagem transforma-se em publicidade.

Outro bom exemplo é a campanha de combate à dengue. Quando o Governo Federal veicula peças mostrando as formas de prevenção ao mosquito, isso é propaganda. Se a Raid faz o mesmo, é publicidade.

3380153015 67d523e2b9

No dia a dia, acredito que esta diferença é irrelevante, afinal os publicitários trabalham com as duas formas de comunicação e em alguns momentos, elas se misturam. O importante é que a mensagem seja passada de forma clara e objetiva. Nos dois casos, a intenção é se comunicar com o público e convencê-lo a “comprar” a ideia da mensagem.

Por outro lado, é bom ficar por dentro desse assunto, pois é terrível um publicitário não saber diferenciar o que é propaganda do que é publicidade e não saber a diferença entre Marketing e Publicidade. É o mesmo que trocar o nome de dois gêmeos e não se importar com isso.

pixel
The following two tabs change content below.

Caio Costa

Editor-chefe at Blogcitário
Publicitário, Diretor da Orfeu Comunicação e editor-chefe do Blogcitário, seu blog de publicidade.
 
 

Comentários no Facebook

202 comentários

  1. Caramba! Eu fiz um post igualzinho ontem no meu blog. Estamos conectados! rs XD Essa dúvida ronda a mente humana, né? Melhor explicar a todos! ;)

     
    • Caio Costa
       

      Realmente Cyntia, foi uma tremenda coincidência. Li o seu post sobre o assunto, que também está bem interessante.

      Como vc disse, é sempre bom deixar essa diferença bem clara para quem visita os nossos blogs :)

       
  2. Concordo com a diferença entre publicidade e propaganda. Não é a mesma coisa. No entanto, puxando minhas memórias recém formadas. não seria o contrário? Publicidade é divulgação sem fins lucrativos e propaganda é a comunicação paga.

     
  3. Ué… não tenho um post no blog, mas tenho a impressão que eu aprendi exatamente o contrário.

    Publicidade é a idéia, propaganda é a marca, a idéia paga.

     
    • Caio Costa
       

      Gabriel e Mariana,

      Na minha época de faculdade, eu aprendi dessa forma como escrevi. Antes de escrever, confirmei em alguns textos e eles dizem o mesmo. Até a Cyntia fez um post com o mesmo assunto e definiu da mesma forma.

       
  4. Caio, seu exemplo pode ser inválido, dependendo da igreja… hehehehehe
    Em muitas, a “propaganda da sua religião” pode trazer lucros à igreja. “Pequenas igrejas, grandes negócios!”

    Mas brincadeiras à parte, seu post vai ajudar muitas pessoas.

    Boa…

     
  5. Ih galera. Quem ouviu diferente disso aí é melhor rever as fontes. Rs*. Com certeza o post tá certinho. Propaganda vem do latim, propagare: propagação de princípios ou teorias; associação que tem por fim espalhar certas doutrinas ou conhecimentos;divulgação.
    Tudo começou com o Papa Clemente VII, que queria propagar a fé católica e fundou a Congregação de Propaganda. Podem procurar aí pela internet que vão poder conferir mais detalhes. ;)

     
  6. Até onde sei, a definição do caio tá certa.
    Tanto que o nome da CDLJ é Publicidade, não propaganda.

    Mas muita gente confunde mesmo.

     
  7. Bom. Propaganda é semear uma ideia na mente alheia! Pronto foi isso que eu aprendi! Agora publicidade é colocar uma marca no meio disso tudo! A partir do momento q se faz isso é publicidade. POr isso a uma linha muito tenue que separa estes significados!

     
  8. A definicao esta forreta Caio. Era ensinado assim a dez anos atrás e foi assim que aprendi nos nove anos de profissão.
    Essa mesma questão ultrapassa já algumas gerações de publicitários.
    Mas existe uma atualização que retoma a discussão e tavez vcs não saibam: Kotler, em seu novo livro sobre marketing inverteu os conceitos americanos, a fim de acabar com a confusão, mas ao meu ver apenas complicou mais a questão;)

     
    • Caio Costa
       

      Rodrigo, não sei como Kotler imaginou q invertendo esse conceito a confusão acabaria. Deve ser por isso que algumas pessoas acharam q a definição estava errada.

       
  9. Publicidade é usar a propaganda (espalhar uma idéia), para divulgar uma marca. (mais ou menos o que disse o jaimeohana)
    Se você procurar apenas o significado de cada uma das palavras em um dicionário, por exemplo, o significado delas pode ser ainda mais confuso. O próprio CENP (Conselho Executivo de Normas e Padrões) classifica (ou classificava?) as duas palavras como sinônimo.

    Mas se fizermos uma análise léxica mais profunda, vendo a origem e seu uso no nosso cotidiano, teríamos como resultado o que está exprimido no texto do Caio.

    Uma pesquisa rápida na biblioteca da faculdade, ou até uma pesquisa mais profunda no Google em sites confiáveis da área (nada de Wikipedia e afins), mostra esse resultado.

     
  10. Bacana seu esclarecimento.
    Eu sugiro numa próxima pauta de post a diferença entre publicidade e marketing, porque muita gente confunde.

     
    • Caio Costa
       

      Gabi, eu ia colocar o marketing nesse post, mas achei q ia confundi ainda mais a cabeça do pessoal. No futuro, toco no assunto.

       
  11. Obrigada pelo esclarecimento, com poucas palavras conseguiu diferencia-las. O meu tcc agradece tb.
    até mais

     
  12. Publicidade e propaganda. Gasto ou investimento?

     
  13. Caio, gostei muito da exposição da sua idéia, muitos a conceituam dessa forma, mas. . . muitos deixam o conceito vago quando vão exemplificar.
    Posso colocar esse exemplo em um trabalho acadêmico meu?????? Colocarei seu nome claro.

     
  14. Joao Flores
     

    aprendi o contrario.
    publicidade é tornar publico, ideia
    propaganda é paga, marca

     
  15. Olá Caio, tudo bem?

    Sou professor universitário de cursos de comunicação social. Vou tentar ajudar um poquinho… vamos lá:

    Etimologicamente, propaganda deriva de propagar.

    “Propagar vb. ‘multiplicar, ou reproduzindo ou por geração’ ‘dilatar, estender’ 1844. Do lat. propagare//propaganda 1873. Do fr. Propagande.” (Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa, 1982).

    Já a publicidade tem origem em público.

    “Público adj. ‘relativo, pertencente ou destinado ao povo, à coletividade’ XIII pubrico. Do lat. publicus//publicidade XVII.” (Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa, 1982).

    Por tanto:

    Propaganda é tudo aquilo que está contido em anúncios e peças publicitárias. É tudo aquilo que é feito de forma paga para se receber publicidade.

    Publicidade é aquilo que envolve todo o conjunto formado por veículos, agências, ações, etc. Por isso dizemos meio publicitário, peças publicitárias. Também toda ação recebida do meio de forma espontânea, não paga. Ex.: uma notícia de lançamento de produto na capa do jornal da sua cidade (Release).

    A propaganda é somente uma das formas de se fazer e receber publicidade.
    De qualquer forma, ambos os termos são usados e na maioria das vezes com os mesmos sentidos. O importante é o fato de comunicar. Transmitir a mensagem é o que interessa.

    O seu exemplo da Dengue… o governo usa os veículos de comunicação para publicar suas ideias, conceitos e valores. Traduzindo: o governo usa os meios publicitários para fazer propaganda.

    Se a Raid fizer a mesma coisa… a ação será a mesma, o que muda é o cunho; o do governo tem cunho informativo e o da Raid tem cunho comercial. (Se pararmos para pensar bem… os dois tem cunho comercial… ou você acha que as propagandas do governo não tem interesses pessoais por trás;)

    Um outro exemplo… em alguns sites está escrito publicidade e dentro tem um banner interativo… então… o site é o veículo que irá publicar suas ideias através da propaganda.

    Se você usa uma camiseta para divulgar um evento… você está usando seu corpo para publicar uma ideia(publicidade)… logo a estampa da evento… você está fazendo propaganda.

    E para terminar:
    Eu tomo leite. (Publicidade)
    Eu tomo leite Parmalat (Propaganda)

    Na primeira estou publicando ou falando para quem quiser ler/ouvir que eu tomo leite. Já na segunda estou fazendo publicidade e propaganda… pq estou levando ao público que eu gosto de leite e também estou fazendo propaganda pq estou propagando que eu tomo leite Parmalat.

    Ter uma religião é legal. (levar ao público)
    Tenho uma religião, sou católico. (propagare)

    Espero ter ajudado.

     
    • Caro André,
      O que confunde é muita gente tentar explicar, mas o fato é que quase todos nós, no Brasil, usamos ambos os termos com a mesma acepção.

      Lamento discordar de alguns pontos que você escreveu.
      Você diz: “Propaganda é tudo aquilo que é feito de forma paga para se receber publicidade”. Depois você diz: “A propaganda é somente uma das formas de se fazer e receber publicidade.” Mas quando você faz publicidade você também paga, porque propaganda e publicidade (no Brasil) são a mesma coisa. Escrevi um comentário anteriormente sobre o sindicato das agências de propaganda.

      Se propaganda é apenas uma das formas de fazer (e receber) publicidade, e se, como você falou, “Publicidade é aquilo que envolve todo o conjunto formado por veículos, agências, ações, etc”, então não deveria ser “Sindicato das Agências de Publicidade”? As Agências de propaganda ou agências de publicidade fazem a mesma coisa. Alguns falam publicidade e outros propaganda, são termos intercambiáveis. Um anúncio na televisão pode ser uma publicidade ou uma propaganda. Estou me referindo a um produto ou serviço que o anunciante pagou para ter o seu anúncio veiculado.

      Abraço,
      Ricardo

       
  16. Olá Caio Costa, eu andei lendo suas postagens e achei muito interessante..
    Acabei de me formar em pp.. e essa dúvida mtas pessoas carregam mesmo .. interessante sua explicação..
    Parabéns pelo blog..
    estou te seguindo aqui e no twitter..
    um bjo

     
  17. Deca Sneijder
     

    Iai vou fazer vestibular pra publicidade e gostei muito de me deixar claro a dúvida que eu tinha…
    bjaum…

     
  18. ta invertido sua ideia!!! publicidade e uma divulgação não paga !! propagando ela é paga!!

     
  19. Eu também aprendi exatamente ao contrário, acho que os recém formados, como eu, já pegaram essa nova atualização de Kotler.
    Mas o que vale é a discussão, é a partir dela que vem o aprendizado.
    Grande abraço!

     
  20. Saudações,
    excelentes participações. Como é prazeroso observar jovens debatendo um assunto com muita educação e inteligência. É uma amostra que nem tudo está perdido. O bom nível dos debates enriquece o blog do Caio e a juventudade universitária brasileira.
    Parabéns a todos!

     
  21. Alexandre Diniz
     

    É Caio, pelas informações que tenho, seus conceitos podem estar invertidos.

    Publicidade é a informação disseminada editorialmente, atravéz dos meios de comunicação, com o objetivo de divulgar informações sobre pessoas, empresas, entidades, idéias, etc.,sem que para isso o anunciante pague pelo espaço ou tempo utilizado na divulgação da informação.

    Propaganda tem o objetivo disseminar idéias dessa natureza, no entanto, é a divulgação de um produto ou serviço com o objetivo de informar e despertar interesse de compra/uso nos consumidores. Onde o anunciante recebe por tal divulgação.

    Bom, é isso ai, espero ter ajudado com minhas pesquisas, parabéns pelo blog e para todas pessoas que participam.

     
  22. Os conceitos estão invertidos. Sou formado e pós-graduado em Marketing e pelo que estudei, publicidade é uma forma de divulgação não paga ( informe publicitário) e propaganda é paga(forma comercial de se propagar a idéia).

     
  23. Caio Costa
     

    Olá Alexandre e Daniel Sayon:

    Quer dizer então que os informes publicitários que a Petrobrás e outras empresas veiculam de vez em quando na Superinteressante são gratuitos?

     
  24. Faço das palavras do Elcio Fernando, as minhas. Parabéns pelo blog e pelo debate promovido!

    Só uma alerta… Galera, já que o intuito é esclarecer, cuidado pra não confundir. Acho que o professor André conseguiu explicar de forma sucinta que propaganda está inserida na publicidade. Ou seja, propaganda é uma maneira de se fazer e receber publicidade.

     
  25. Acham que são formados em alguma coisa e não sabem a diferença entre publicidade e pp…

    Processem a faculdade que fizeram…

    A definição de Kotler é para “advertising” o burro do tradutor achou que era propaganda… AIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!!!!

    PEDE O DINHEIRO DA FACU DE VOLTA!!!!!!!!

    * PROPAGANDA TEM CUNHO POLÍTICO, IDEOLÓGICO E RELIGIOSO… ASSIM COMO É EM TODO O MUNDO!

    * PUBLICIDADE (ADVERTISING): É AQUELE ANÚNCIO PUBLICADO NOS ESPAÇOS PUBLICITÁRIOS COM ANUNCIANTE IDENTIFICADO ETC, ETC…

     
  26. Talvez não tenha sido claro, mas acho que a explicação do Professor André esclareceu definitivamente essa questão.

     
  27. -Concerteza a explicação do professor André está correta trabalho numa
    empresas de Desing estrategico e propaganda e isto que me passaram
    a mídiaé imporatante e esta diferença é essencial!

     
  28. Que vergonha. Informem os nomes de suas escolas por favor. Obrigado

     
  29. Alexandre Diniz
     

    Olá Caio, belez?
    As propagandas que são veinculadas na mídia, bem elaboradas, criativas, com intuito de atingir seu público alvo, são: “conceitos e valores sem fins lucrativos”? Ou não são propagandas?

     
  30. Publicidade = divulgar, tornar público
    Propaganda = implantar, incluir uma idéia,crença na mente alheia.

    publicidade cria….propaganda propaga…divulga ;)

     
  31. Olá Caio,

    Você escreveu: “Olá Alexandre e Daniel Sayon:

    Quer dizer então que os informes publicitários que a Petrobrás e outras empresas veiculam de vez em quando na Superinteressante são gratuitos?”

    Sou publicitário e trabalho em uma Editora muito conceituada aqui no Brasil, sou Diretor de arte de criação publicitária, e lhe respondo esta pergunta facilmente…

    Os informes publicitários que a Petrobrás e outras empresas veiculam de vez em quando em revistas de todo o seguimtento não tem fins lucrativos para as mesmas, ou seja, são como o próprio nome diz “INFORME PUBLICITÁRIO” ou como em algumas revistas que faço aqui “PUBLICIDADE”, pois neste caso específico, a Petrobrás não está falando da gasolina dela que é boa e que o consumidor TEM que comprar, e sim falando da empresa, geralmente o quanto a empresa é boa, ou pensa no meio ambiente, tentando criar assim um vínculo com seu cliente e talvez fazer com que este “goste” mais da empresa, para quem sabe se tornar “fiel” a ela.

    Um outro bom exemplo disso é o “Horário Eleitoral Gratuito”, que popularmente chamamos de “Propaganda Eleitoral”, agora raciocinemos um pouco, se é gratuito e é chamado de propaganda então logo tudo que liga divulgação gratuita é propaganda, exceto por um fator… É uma propaganda gratuita obrigatória por lei, ou seja, se não fosse assim, todas as emissoras cobrariam esse horário!!! Logo, propaganda é quando visa LUCRO, é PAGA e publicidade (como os informes publicitários de revistas), são como o próprio nome diz INFORMES PUBLICITÁRIOS, PUBLICIDADE em si. E não visa lucros, é apenas para divulgação e informação alheia.

    E só para deixar mais claro, eu concordo com o que diz o professor André em seu post, que até então é o mais coerenete.

    Att,

    Paulo Toledo

     
  32. Sigo ao professor André e ao Paulo!

     
  33. Bem, eu não terminei o meu curso, mas onde eu estudava (Mackenzie) aprendi igualmente ao caio, publicidade = paga, propaganda = “Gratuíta”, enfim, isso é uma discução muito ampla, mas gostei do blog, primeira vez que passo por aqui =D
    Beijos

     
  34. a matéria esta ótima
    mas esta ao contrario

     
  35. Publicidade = tornar público, trazer ao público (idéia, produto / pagando ou não)
    Propaganda = propagar, espalhar.

    por favor, ‘informe publicitário’ é apenas uma das maneiras de se publicar ou propagar algo comercialmente (a expressão é uma identificação obrigatória para mostrar ao receptor que aquela “matéria” não é jornalística e sim um aúncio comercial.)

    Obs.: tanto Publicar quanto Propagar pode ser pago! não obrigatoriamente, mas não existe essa que publicidade não é paga e propaganda é! para tornar público uma informação (digamos comercial) vc tem que na maioria das vezes pagar por isso, e para propagar e espalhar para o público também na maioria das vezes é pago ( podendo ser barato ou caro) dependendo da maneira escolhida pra se executar cada ação!

    um partor pode tornar pública suas idéias, pode propagar as quatro cantos essas idéias mas não necessariamente pagar por isso (nem mesmo ter retorno financeiro).
    mas do contrário pode também gastar uma boa grana para tornar público e espalhar suas idéias utilizando das várias ferramentas da Publicidade e Propaganda para executálas (visando retorno financeiro ou não!)

     
  36. É a quinta ou sexta vez que passo aqui, ou até mais, e acho que até então já devia comentar. Eu não estudei isso, até porque eu ainda estou no ensino fundamental, então não haveria como eu dizer alguma coisa. Mas eu adorei o blog e a discussão, eu aprendi bastante, mesmo não estando esclarecido ainda. Aliás eu li os comentários só hoje, e vi que bastante gente já expressou seus conhecimentos aqui, como essa de Kotler. De qualquer forma, é bastante interessante e é uma boa citação no meu trabalho de Educação do consumidor.

    E sem ofensas, mais se o Burros fosse formado em alguma coisa para declarar que os outros não são formados, talvez tivesse um nome mais inteligente.
    É claro, sem ofensas, mais você poderia usar um nome melhor. Não é o ASSUNTO que se coloca nessa caixinha.

     
  37. Olá todos!

    Primeiramente, gostaria de dizer que, em minha opinião, essa discussão é semelhante à que ocorre com logotipo x logomarca, bem como da distorção na utilziação do termo “marketing” no Brasil (bem diferente da proposta pela AMA – American Marketing Association).

    Na aplicação prática, não vai realmente fazer diferença, mas concordo com a opinião do Paulo e do Prof. André. Também sou Profª em cursos de Comunicação Social há mais de dez anos e vou usar um comentário que fiz em um outro post semelhante, do Blog Olé, quando fui buscar em alguns livros um apoio para a minha opinião, diferente da postada aqui pelo autor e da conclusão da autora do Olé também.

    Meu questionamento, sem o intuito de criar polêmica, mas sim de tentar compreender mesmo, é o seguinte:

    No Blog Olé, o texto diz que “O termo propaganda é usado quando a veiculação na mídia é paga. Já publicidade, refere-se a veiculação espontânea”, mas a conclusão da autora é divergente dessa informação.

    Armando Sant’Anna (2007, p.75) afirma que: “a palavra publicidade significa, genericamente, divulgar, tornar público, e propaganda compreende a idéia de implantar, de incluir uma idéia, uma crença na mente alheia”, o que para mim, está mais ligado a persuadir e vender, do que a publicidade, que simplesmene informa.

    Além disso, Zenone e Buairide (2005, p. 53) estabelecem a seguinte comparação, a qual adoto:

    “1.1 PUBLICIDADE: informar; gatuita; presença não ostensiva do anunciante; não há controle sobre a mensagem e sua produção,

    1.2 PROPAGANDA: informar e persuadir; paga; presença ostensiva do anunciante; controle do anunciante sobre a mensagem”.

    É assim que comprendo, mas, de qualquer maneira, o próprio Sant’Anna tira conclusões controversas e também afirma que “hoje ambas as palavras são usadas indistintamente”. Concordo que, na prática, não há distinção!

    Abraços e obrigada pela colaboração,
    Lucimara Rett
    Profª. Drª. Adjunta da UFRN.

    Fontes:

    OLÉ. Disponível em: . Acesso: 05 jun. 2010.

    SANT’ANNA, Armando. Propaganda: teoria, técnica e prática. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

    ZENONE, Luiz Cláudio; BUAIRIDE, Ana Maria Ramos. Marketing da promoção e merchandising: conceitos e estratégias para a coes bem-sucedidas. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.

     
  38. CLÁUDIO CAMARGO
     

    Bom dia pessoal!

    Muita clara e objetiva a exegese da matéria feita pelo CAIO. Meus parabéns ao blogueiro, pela excelente contribuição, e aos demais que acrescentaram suas opiniões contributivas, para a ampliação do entendimento da matéria!

     
  39. caio essas coisas na minha prova !!!!!
    que beleza

     
  40. Jackson Frech
     

    Olha, só sei dizer uma coisa, estou cursando administração financeira e esse ultimo semestre tive administração e marqueting, todo o conceito relacionado a propaganda e publicidade que adquiri é totalmente o inverso do que foi falado nesse artigo, e se eu o tivesse seguido, estaria mal nesta matéria, pois erraria todas as questões.
    Amplexos

     
  41. Jackson Frech
     

    O exemplo da dengue, ambas são propagandas, de um lado a propaganda institucional e do outro a propaganda comercial.

     
  42. Wanderley Gregório de Oliveira
     

    Oi Pessoal,

    Esta é a primeira vez que passo por aqui, sou também Prof. de Administração de Empresas e há algum tempo tive um sério problema com estes dois temas Publicidade e Propaganda. Passo a todos agora a minha visão pessoal:

    Esta é uma discução eterna nos meios acadêmicos, se perguntarem a 10 Professores 5 vão dar uma definição e os demais as outras, mas quem está certo ? Resposta …. os dois conceitos estão corretos, explico:

    Se você é aluno de cursos voltados a área de JORNALISMO, vai ver que PUBLICIDADE tem cunho financeiro, de gerar lucro e PROPAGANDA tem cunho apenas político, social ou religioso. Publicidade é paga e propaganda não. Para os escritores que falam sobre o tema, a Propaganda é um termo que surgiu com a segunda guerra mundial quando Hitler através da propagação de suas idéia mudou a forma de pensar de um povo… Vem do Grego – Propagare e quer dizer propagar idéias, sem cunho financeiro … E a PUBLICIDADE veio mais tarde com a idéia de vender um produto, marca, etc… portanto com cunho financeiro de dar lucro.

    Se você segue outra área do conhecimento, Administração, Marketing, Economia, etc… certamente seguirá as idéias de autores como Philip Kotler, o amigo acima meio sem educação estava certo quando disse que o termo “ADVERTISING” foi traduzido de forma incorreta e Publicidade passou a ser Propaganda… Assim, para os seguidores desta linha de raciocínio, inclusive autores famosos, Publicidade é toda forma de levar o conhecimento sobre seu produto até o cliente de forma NÃO paga, ex. Anuncio em camiseta, aquelas musicas chatas que colocam no telefone pra gente ouvir(o anunciante toca a música, mas quem paga a ligação é você), etc… e Propaganda é toda forma de levar o conhecimento sobre seu produto até o cliente de forma PAGA. ex. anuncio em jornal, rádio, revista, a empresa paga por ela.

    Resumindo: A resposta correta depende da linha de estudo que você faça, pode parecer estranho dizer isso, mas esta é a verdade, para a grande maioria, Administradores, Marketeiros, Economistas, etc… Propaganda é PAGA e Publicidade não é paga. Para o povo do Jornalismo, Publicidade, etc… é o contrário mesmo… Cabe a quem estuda buscar sua definição para sua área.

    Espero ter ajudado;

    Wanderley

     
  43. Aline Bezerra
     

    Tipo eu concordo quando você diz que Propaganda não tem fins lucrativos e publicidade tem.Mas outra definição entre a diferença entre elas poderia ser:Publicidade é a tecnica,são os meios utilizados para fazer a propaganda.Propaganda já é a peça feita, é o final,o pronto,é a propagação de algo.

     
    • Aline, se a Publicidade é atécnica para fazer propaganda,então porque chamam de peça publicitária? Pelo seu raciocínio, não deveria ser uma peça de propaganda ou peça propagandista?

       
  44. Wellington
     

    Olá, pessoal!!! Propaganda simplesmente É o efeito de propagar. É projetar a imagem da empresa no mercado, através dos meios de comunicação disponíveis na comunidade: Televisão, rádio, cinema, imprensa, revistas outdoors, internet e outras mídias), divulgando os produtos ou serviços às diversas fatias de mercado.
    A Propaganda é um conjunto de técnicas de ação individual, utilizadas no sentido de promover a adesão a um dado sistema ideológico (político, social ou econômico).”

    a Publicidade é definida como a arte de despertar no público o desejo de compra, levando-o à ação. A Publicidade é um conjunto de técnicas de ação coletiva, utilizadas no sentido de promover o lucro de uma atividade comercial, conquistando, aumentando ou mantendo clientes.
    Publicidade é mais abrangente que a Propaganda e engloba todas as formas de comunicação: merchandising, Marketing Direto, novos meios etc.

     
  45. É tipo a diferença entre o “Charme” e o “Funk”, um anda bonito e o outro elegante.

     
  46. Wannessa Lima
     

    Olá pessoal, eu estava pesquisando na net sobre publicidade e propaganda quando me deparei com o infeliz exemplo que foi divulgado neste site.
    Deixa eu tentar explicar isso: – Quando alguém pede 1 minuto para falar da vinda de Jesus Cristo ela está preocupada com a salvação das pessoas, isso se chama AMOR! Nada tem haver com propagand ou persuasão religiosa, até porque Jesus não deixou religão pra ninguém. Acho interessante que os experts saibam disso, que a maior sabedoria é a sabedoria de Deus, essa mesma que para vocês, moderninhos globalizados é fundamental, pois são seres humanos, meros mortais, vindo do pó e para onde voltarão. Aconselho conhecerem um pouco mais sobre o assunto. Da morte ninguém escapará e depois dela vem a ETERNIDADE, cuja os irmãos que pedem 1 minuto da atenção tenta alertar.

     
  47. É isso mesmo Vanessa, nada pode ser comparado com o poder e o nome do Senhor.
    Católico que só fala em religião, religiosidade demais e esquece de Deus. Pouco importa gente se é uma ou outra religião, o que importa é que se deve adorar somente a Deus e nenhum outro mais.
    Portanto para referenciar coisas de Deus, saiba se vc ao menos agrada à ele com seus atos, palavras e pensamentos!

     
  48. Parabéns ao autor do post. Soube se expressar de forma simples e interessante!

    Obs.: Aos que se sentiram ofendidos, calma! A citação de Jesus foi só um exemplo.

     
  49. Wanessa, me desculpe, mas seu comentário foi completamente descabido. Entendo se você for leiga no assunto, mas a intenção aqui não foi pontuar, muito menos dissertar sobre quem diz o que sobre Jesus e a sua obra. Descreve apenas um exemplo simples para os leigos entenderem a questão sobre a diferença entre Publicidade e Propaganda. Felipe, concordo com você.

     
    • Gente, não tive a intenção de causar esse tumulto. Seja Lá o que for, achei exemplo infeliz. Não tem nada a ver com religão não, tem a ver com respeito mesmo. Jesus Cristo nada tem haver com religião, Ele é algo Sagrado, Divino, não podemos vulgarizar alguém que deu a vida em cruz por nós, por cada um sem excessão. Não trata-se de fanatismo, trata-se de reconhecimento. Pelo menos eu sei o quanto custou a minha Salvação e fico profundamente triste, quando alguém faz chacota, ou qualquer coisa que saia do respeito com Deus. Mas, tudo bem a salvação é individual, vocês é quem sabe da eternidade de vocês.

       
  50. Alessandra
     

    Esse é um site de informação ou de religião? Religião tem limite…e a área profissional não tem nada a ver com isso!!!!

     
  51. E se através da mensagem de Jesus conseguirem a adesão de uma pessoa para a participação em algum culto, sendo que a partir dai se obtêm lucro (o que geralmente ocorre). Ainda continuaria sendo propaganda? Porque caso o contrario, daria muito bem pra enquadrar aquele pastor charlatão no art. 37 do CDC.

     
  52. mayra bezerra
     

    CALMA COLEGAS RSRSR….

     
  53. mayra bezerra
     

    CALMA COLEGAS RSRSRS…ME CHAMO MAYRA,TENHO 17 ANOS E PRETENDO SEGUIR ESSA PROFISSÃO.
    O MOTIVO DA MINHA ESCOLHA E PODER COM O PERPASSAR DOS DIAS CORRER ATRÁS DAS MINHAS PRÓPRIAS POSSIBILIDADES.
    DE FORMA NEUTRA,PROPAGANDA É DEFINIDA COMO FORMA PROPOSITADA E SISTEMÁTICA DE PERSUASÃO QUE VISA INFLUENCIAR CO FINS IDEOLÓGICOS,POLÍTICOS OU COMERCIAIS,AS EMOÇÕES,ATITUDES,OPINIÕES E A AÇÕES DE PÚBLICO ALVO ATRAVÉS DA TRANSMISSÃO CONTROLADA DE INFORMAÇÃO PARCIAL(QUE PODE OU NÃO SER FACTUAL)ATRAVÉS DE CANAIS DIRETOS E DE MÍDIA,É ISSO AI.

     
  54. Olá pessoal estava lendo os comentários de vcs e não achei certo nem um nem outro. Primeiro que Jesus não precisa que ninguém o defenda(cada um colhe o que planta)Se ele deu esse exemplo por mal ou por bem só Deus é que sabe. E segundo com certeza o que existem muitas formas de propagandas religiosas a levarem as pessoas a conhecerem as igrejas e ao Senhor Jesus…Que eu acho isso ótimo. Então ao invés de ficarem descutindo isso…Cada um faça o seu trabalho. Então lá vai uma propaganda pra vcs todos: Se arrependei, por que o fim está próximo, Jesus realmente está voltando!!!

     
  55. Que isso? rsrsrs. Gisele, Wanessa e Anne pq vocês entraram neste site? Caso não tenham percebido o tópico é sobre “diferenças entre propaganda e publicidade”, ou seja, o assunto é puramente técnico. Ninguém está crucificando Jesus ou Igreja, mas com base no que vocês dizem sem pé nem cabeça em momento inapropriado, fica claramente classificada a propaganda enganosa das igrejas na mente das pessoas. Credo!

     
  56. joe cucamonga
     

    Nossa, como tem gente que sente dor no calo do pé quando falam de Jesus hein? Isso foi apenas um exemplo para explicar como funcionam basicamente os conceitos de Publicidade e Propaganda, que ao meu ver, muito bem explicados.
    Os fanáticos deveriam procurar um site religioso para discutir qual forma é a certa de falar sobre a obra de Jesus e não em um site voltado para uma área profissional.

    Detalhe: Como vocês sabem que a forma que a maioria das religiões pregam a vida de Jesus é a certa? A bíblia é um livro sagrado, mas ao que me consta foi escrita por homens e traduzida por outros homens, todos recheados de interesse e defeitos.

     
  57. A Wanessa precisa de umas aulinhas.

     
  58. oi galera!!!
    rsrsrsrs

     
  59. moacir cardoso da silveira
     

    Por acaso a pergunta não é: “qual a diferenca entre “Publicidade e Propaganda”;

    Dai vem um monte de fanaticos falar de religião e enfiar Jesus no meio! Quem disse que Jesus não precisa ta muitissimo enganando, proque o sujeito nada pode fazer mais para atendenter essas falanges de pedintes terraqueos, nem Deus suportaria tanta aclamacao;

    Outro dia recebi um e-mail algue me felicitando pelo meu aniversario num envelope sofisticado com imagem de nossas senhora só que dentro veio um boleto com opcoes de contribuir com 10, 15 ou 25 reais, porque contribui recebe gracas, ora pois, isto é o cumulo da desonestidade, pois tenho certeza que recebo gracas porque trabalho e trabalho bastante, e todo fim do dia vejo o meu trabalho recompensado, dai é que Jesus foi um sujeito eliminado a mais de 2000 anos e que os oportunistas se utilizam para faturar em seu nome como se fosse uma grife, com quanto Deus, já nos previamente nos proveu de todos os recursos necessarios, e tambem não haverá fim nenhum, pois Deus não constuiria uma obra para depois destrui-la.

    Cambada! O negócio e trabalhar e largar a mediocridade de lado.

    Tenho dito.

     
  60. Wannessa Lima, Gisele e Anne,
    Muito legal o lado religioso aplicado por vocês, mas o exemplo não é infeliz.
    Se pararmos para analisar sem levar em conta o lado religioso, o site tem completa razão em seu comentário, afinal, aqui é um site de publicidade e não um site de propagação do cunho religioso.
    Entendo a “revolta” de vocês, mas infelizmente ou felizmente, aqui ela não se aplica.

     
  61. É bom que sejamos humildes. também sou religioso… mas não entendo o simples exemplo por defamação ou por desacretar na vinda de jesus. Foi, sim um método de fazer-nos compreender facilmente a diferença evocada. sou da Guiné-Bissau licenciado em comunicação organizacional/marketing pela universidade Lusófona da Guiné(ULG) dou a minha amizade por todos vocês. e vos desejo um feliz natal e um ano novo cheio de sucessos!

     
  62. Wellington,gostei do seu comentario,e os fanaticos ai desculpem mais falar da vinda de Cristo tambem é propaganda sim pois quem fala a outros propagaga logo isto é propaganda.Sem fins lucrativos logo nao é publicidade.
    Por agora deixe o dia do eclipse quando iniciar a escuridão.

     
  63. Querido a unica coisa que vc esqueceu de dizer é que PROPAGANDA pode ser PAGA também!
    Neste anuncio que vc deu exemplo sobre a dengue é uma PROPAGANDA, porém o governo PAGOU para que a EMISSORA transmitisse!! Okkkk
    As pessoas sempre ACHAM, que PROPAGANDA NUNCA SE PAGA
    SE PAGA SIM GENTE… na maioria das vezes não… mas se PAGA
    GOVERNO BRASILEIRO ENTÀOOOOoooo PAGA MUIToooooooooo

    kkkkkkkk

     
  64. Nossa amiga Wannessa Lima entendeu bem a diferença. Sem ofenças, mas o post não quis ofender religião alguma, mas não deixa de ser verdade, se Jesus fez propaganda, por que não podemos fazer também?

     
  65. Quando se busca “diferença publicidade propaganda” no google, esse é o primeiro resultado. Seria bom, caso estivesse correto, pois na verdade é o contrário, a propaganda sim, possui um patrocinador indentificado, enquanto a publicidade não necessáriamente.

    “Propaganda é qualquer forma remunerada de apresentação impessoal de idéias, bens ou serviços por um patrocinador identificado.” (McCARTHY, 1997, p. 383)

    Apaga esse post infeliz ai amigo, pois vc está confundindo a cabeça de milhares de concurseiros e estudantes de comunicação.

    Tudo poderia ser explicado dessa forma:
    Beba leite! = Publicidade
    Beba leite Parmalat = Propaganda

    Sucinto e funcional

     
  66. Ótimo post, soube esclarecer e colocar bem a diferença entre os dois. Eu como comecei a fazer publicidade e propaganda agora pelo IESB estou super satisfeita com a minha escolha, tanto do curso quanto da faculdade. Parabéns pelo post, vale a pena quem está pensando em fazer pp ler mais informações por aqui.

     
  67. Jesus foi o maior marketeiro da história!

     
  68. ALBANO COLARES
     

    Primeiramente cabe antes de responder esta questão alguns comentários

    1- fiquei impressionado o quanto escrevem bobagem na internet
    2- para diferenciar a propaganda da publicidade, vale analisar e responder em todos os aspectos, essa é uma pergunta ampla, que vai conhecimento de propaganda e publicidade até ao DIREITO BRASILEIRO

    R= propagando e o meio de divulgar algo, por todo e qualquer meio que se possa entender pelo receptor da mensagem, e que não tenho o interesse lucrativo de quem a faz.
    R= certamente a publicidade surgiu depois, pois nada mais é do que a propaganda com fins lucrativos por que a divulga.

     
    • Caio Costa
       

      Albamo, eu que fiquei impressionado em você dizer que fica surpreso de como “escrevem bobagem na internet” jpa que você concordou com o que está escrito no post. Relei este trecho:

      “Propaganda é o ato de divulgar idéias, conceitos e valores sem fins lucrativos. Publicidade é fazer isso com objetivo de lucro por parte do anunciante.”

      Acho que você apenas parafraseou o que eu escrevi, correto?

       
  69. Albano Colares
     

    Raphael
    CREIO QUE VC INVERTEU AS BOLAS

     
  70. Se convergem em grandes aspectos, mas para mim o comentário anterior é o mais próximo da diferenciação. Uma bela dica quanto à questões profissionais é a de buscar formação em uma instituição de qualidade e que seja referência. Portanto, para tal, indico o IESB em Brasília, como instituição capaz de promover esta formação de qualidade. Vale a pena conferir.

     
  71. Queridos,

    Desculpa, mas o conceito de vocês está confuso, para não dizer errado.

    Vamos corrigir?

    Publicidade é publicar alguma informação, sem fins lucrativos.
    Ex: aqueles informes publicitários ou algo do tipo: Beba água!

    A propaganda visa lucro. Propaga informações.
    Ex: Beba água Santa Clara!
    E, ambos se utilizam de meios de comunicação.

    Estudantes, este blog está com a informação errada, pelo amor de Deus, não estudem por este texto não ok?

    ; )

     
    • Caio Costa
       

      Soraya,

      Como eu respondi há algum tempo a uma pessoa: se propaganda é paga, como você diz, por que anúncios de empresas que imitam um editorial são chamados de “informe publicitário”?

      Segue uma das citações para publicidade em Do Novo Dicionário Básico da Língua Portuguesa, 1994
      Cartaz, anúncio, texto, etc., com caráter publicitário: “duas páginas de publicidade no jornal”.

      Citação para propaganda
      “divulgação, propagação de uma idéia, uma crença, uma religião;”

      Ou seja, seus argumentos são inválidos. ;)

       
  72. PelamordeDeus!!!
    Até aq eu encontro discussão religiosa. Puts!!!

     
  73. Estou em aula nesse momento, teoria da PP3. O professor levantou esse problema e ninguém soube responder… Eu também não sabia. hshs. Incrível, pois trabalho 10 anos em agência. Foi dito pelo Doutor exatamente o que está escrito aqui. Valeu : ).

    João Vargas – http://www.imarketingdigital.com.br

     
  74. Simplesmente, não cabe a mim dizer o que é certo ou que é errado, cada um tem sua idéia de ética, alguns dizem que o dono do blog foi de má “fé” quando citou um exemplo envolvendo a crença de uma sociedade cristã, porém outros não viram dessa forma e decodificaram a mensagem exposta no texto. A mensagem foi informada de forma clara e objetiva, e é somente isso o que se deve analisar. Como publicitário entendo que as pessoas que não gostaram do exemplo envolvendo crença, tem o direito sim de expor opinião, mas vale lembrar contanto que o assunto é Publicidade e Propaganda, por favor discutam crença em outra hora e em outra lugar. Antes de ser publicitário sou um ser social comum, também cristão e amo a Cristo Jesus, mas aprendam a separar profissionalismo de religião, assim evitaremos discussões como vimos acima. Sucesso a todos que postaram e aos que vão postar aqui. Parabéns pela definição de Pub. e Prop. abraço.

     
  75. ate aqui encontro coisas que
    ouço todos os dias!!nossa…

     
  76. ola a diferença é que uma é a longo prazo e a potra é a curto prazo. agoa envestiguem qual das duas é qual.

     
  77. olhem so eu vou dar ca um exemplo.
    O governo Brasileiro faz uma campanha na TV para divulgar e promover a idéia da utilização de preservativos no combate a AIDS. Isso é propaganda. Se nessa mesma campanha fosse divulgada alguma marca de fabricante de preservativos, isso seria publicidade.

     
  78. Daew galera gostei da competiçao
    mais c vcs deixarem eu esplana um pouco
    a respeito de fanatico ou religiosos
    Eu creio q jesus precisa sim q sua vinda seja divugada por isto usa-se dos meios seja qual for tv, radio, folder mais oq Jessu nao precisa e de advogado pq sua vida ja responde por ela mesmo vc crendo ou nao
    muito menos ele precisa de uma denominaçao
    e ai q axu q a colocaçao foi infeliz
    quando vc da o nom a uma denominaçao deixa de ser propagada e enta a publicidade porquem precisa disso e o homem nao jesus .
    ha galera eu gostria dizer so uma coisa nao importa c vc e catolico ,espirata ,evangelico ,ateu
    seja oq for JESUS T AMA pq o amor de DEus e incondicional mais sua SALVAÇAO NAO.
    UM ABRAÇO A TODOS

     
  79. ha sou estudate de comuicaçao social e cristao eteda como quizer c alguem tiver afim de fazer um novo amigo m add anacondafernandes@hotmail.com

     
  80. Jacqueline
     

    Um dia, a verdade virá a tona, e os que ficarem depois da vinda de JESUS vão se arrepender, mas será tarde demais. Pelo menos sabemos que a verdade foi dita. O pior cego é aquele que não quer vê.

     
  81. Gente, para! O post é sobre publicidade e não religião! O exemplo dado foi correto!!!

     
  82. Nossa, os clássicos religiosos sem noção… Não podem ler a palavra JESUS ou DEUS que tudo ao redor de suas cabecinhas fica enevoento e eles só conseguem enxergar uma frase flutuando fora de todo o conceito. Ofendem-se com tudo, como se qualquer sentença que não envolva louvor ardoroso já fosse em si uma ofensa à religião.
    Get a life!

     
  83. Name (required)
     

    É vanessa lima, vc está um tanto quanto equivocada em seus conceitos religiosos; cuidado, fanatismo não leva a nada, somente à loucura…A propósito, ler a gramática faz bem ok!

     
  84. gente porfavor apesar de tudoo aee dessa confusaoo indiota afinal o que er propaganda e publicidade?

     
  85. Amandinha! Aqui está sendo feita muita confusão em torno do conceito de Publicidade e Propaganda, mais o próprio Blog conceitua de forma certa, pelo menos foi exatamente essa diferença dada em minhas aulas pelos meus mestres, que bem no início do meu curso disseram que existem muitas pessoas formadas por ai que não sabem ao certo a diferença. Então é importante cobrar e saber a qualidade de ensino da instituição que se vai aprender, a capacitação dos professores. Bom, eu aprendi que : PUBLICIDADE visa o lucro, despertando no público o desejo de compra de tal marca, serviço ou produto. De forma a conquistar o público alvo, com a intenção de vender mais e etc.Ex:(Publicidade comercial – argumento de venda de produtos, institucional- Busca agregar algum valor “não comercial”, que valorize a marca.
    Divulgação de utilidade pública ou bem
    estar social. Já a PROPAGANDA é divulgar sem fins lucrativos, idéias, conceitos , valores, não buscando ganhar R$ nada com isso, apenas informa algo.Ex:propaganda ideológica (de igrejas, hospitais e etc).

     
    • é exatamente o contrário do que você escreveu Karilene. Infelizmente o dicionario de comunicação diz que Publicidade é sinônimo de Propaganda. Os professores se confundem e assim fica tudo meio no ar. Pesquise mais um pouco e verá que não é o que você relatou. Abraço.

       
  86. ótimo post, para quem é leigo, no meu caso entendi muito bem, e ainda complementado com o da Karilene.

    E aos fanáticos em religião de plantão, só tenho uma coisa pra dizer… sem palavras.

     
  87. Parabens! Estou pesquisando faz tempo e esta foi a melhor resposta.

     
  88. Olá, em meio a tantas ideias e pontuações também expressarei o que acho sobre o tema: Propaganda = propagar, quando eu falo da minha pessoa, quando eu pago para alguém falar de meu produto ou serviço, envolve a criação (atendimento, elaboração, orçamento, aprovação, criação enfim muito trabalho), ou seja, É PAGO.
    Publicidade = tornar público, quando alguém fala do meu produto ou serviço, dando a credibilidade, como se fosse uma assessoria de imprensa. Exemplos são as matérias, jornais e noticias, ou seja, é o resultado de reconhecimento, onde NÃO É PAGO.
    ,

     
  89. BOM, SÓ SEI QUE ESTE BLOG ESTÁ SUPER CERTO QUANTO AO CONCEITO E DIFERENÇA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA. A CONFUSÃO ESTÁ SENDO FEITA PORQUE MUITAS PESSOAS AINDA PERMANECEM NO ERRO. SIGAM O QUE FOI EXPLICADO PELO BLOGCITÁRIO QUE VOCÊ VAI BEM. MUDEM SEUS CONCEITOS EQUIVOCADOS, O EXEMPLO DADO AQUI FOI MOTIVO DE CRÍTICAS, PORÉM EXPLICA CLARAMENTE A DIFERENÇA DE PUB. E PROP.

     
  90. 100-Hipocrisia
     

    Achei muito interessante a discussão de todos tentando defender seu ponto de vista.

    Propaganda e Publicidade.

    O Papa sentado naquele trono de ouro com sua mitra cravejada de diamantes e pedras preciosas, aquele cajado cheio de rubis, esmeraldas e diamantes, túnicas e vestimentas com fios de ouro, comendo do bom e do melhor, sem contar o montante em riquezas que toda a igreja ostenta. Se ele vendesse todas as riquezas que ostenta, EU DISSE TODAS, dimunuiria a fome de quantos na África?

     
  91. R. Sofressora
     

    Nossa entrei por acaso aqui, pois estava procurando a diferença entre Publicidade e Propaganda, e acabei me prendendo nos comentarios.
    Eu achei muito objetivo o texto e correto, pois se formos para definições no dicionario veremos que é isso mesmo. O fato do autor do texto ter citado o nome deJesus causou muita polemica não é mesmo? Mais o nome de Jesus realmente é polêmico. Da forma como foi colocado o exemplo me ajudou muito a entender, pois eu precisava de uma forma simplificada para passar para meus alunos, estamos trabalhando com o tema “Publicidade ou Propaganda?” e isso vai me ajudar bastante na turma do 7º ano( publico alvo do assunto). Aos que não gostaram, porque se acham alguma coisa, sigam o exemplo de Socrates que afirmou ” sei que nada sei” (com toda modestia né!)
    tenham em suas mentes isso e serão mais sabios que os sabios e meus pêsames quanto á volta do Senhor Jesus e voces ficarem. E aos que gostarem continuem assim pois isso que é ser um cidadão critico e participativo num mundo de desavenças constantes. Saber se posicionar diante de assuntos complexos independente de credo religioso é o máximo.
    Que o Senhor Jesus abençoe a todos .

     
  92. J. Maciel
     

    “Quanta propaganda absurda e publicidade enganosa pude ver aqui…”
    Confesso que mais complicou do que esclareceu a forma como as pessoas debateram o assunto principal…
    Qaunto desperdício de tempo e de energia!
    Saúde a todos.

     
    • Concordo com o amigo na parte em que ao fugir do tema central para debater religião o tema ficou pesado.
      Não tinha necessidade… aqui não era o lugar mais apropriado para o assunto “religião”.

       
  93. isso não é uma resposta isso é uma merda!!! pow o nome de jesus no meio seus nubs

     
  94. Publicidade enganosa! Alguém já ouviu falar? Ou o certo é propaganda enganosa. Veículos publicitários ou veículos de propaganda? Publicidade = divulgar para o público.
    Propaganda = divulgar/vender uma ideia, um conceito.

    Propaganda eleitoral. Os políticos usando os veículos publicitários para divulgar suas idéias.

    Quando vc compra mídia, vc compra espaços publicitários (jornal, Tv, rádio, placas, etc). Pq vc compra espaços publicitários? Simples, para fazer propaganda (vender suas ideias).

     
  95. Quero atuar numa area que tenha a ideia da propaganda e faze-la.Que cursos devo fazer?

     
  96. A explicação do Caio foi muito infeliz, principalmente se tratando de um publicitário. Ou propagandista?
    A melhor maneira para se compreender a diferença entre os dois vocábulos é ver o conceito de cada um em inglês: Propaganda e Publicity ((lê-se ambos em itálico). É difícil acreditar que um publicitário não tenha ao menos passado os olhos nos conceitos de marketing do Kotler. As traduções para o português nunca foram claras e assim criou-se uma convenção sobre os dois termos e no Brasil são usados como sinônimos. ex: agência de publicidade / agência de propaganda. Eu vi uma propaganda / publicidade no ônibus, no jornal, na revista, etc…
    Esta convenção é pleonástica, mas quando o aluno se forma ele passa a ser publicitário e não propagandista, porque para propagandista há outra convenção. Este post deveria ser deletado ou revisto pelo autor do blog porque vai confundir ainda mais a cabeça dos estudantes e profissionais do mercado. Enfim, o conceito em português está ao contrário no texto e deveria ser retificado.

     
  97. Gente…O que é isso? Vamos parar de esticar a corda…O assunto precisa encerrar, Já ouviram o ditado? Que não se deve discutir religião…Então pessoal relaxem e sejam felizes,afinal todos agora já sabem a diferença entre publicidade e propaganda. Abraços á todos…

     
  98. aí galera… relaxem…. jesus, hoje são marcas – tem até site com seu nome… gostaram da propaganda sem fins lucrativos? sim; pois sou ateu – nada quero, nada entendo de religião – mas nesse site vcs podem até comprar livros sobre catolicismo… olha só que bacana – ha!

     
  99. Margareth
     

    As vezes eu fico pensando nessas pessoas que ficam tão ligadas nas outras, e que esquecem de si mesma, só que não em sentido de se melhorar, pois temos sim que nos preocuparmos com as outras pessoas, mas não ficar de olho para que de um simples um simsples comentário tentando esclarecer dúvidas, fazerem um alarde todo desse, isso é muito feio, E a Wanessa não estava falando de religião, e ela tem todo o direito de falar de Jesus o quanto ela quiser, ele é dela, e nosso também, e não faltou com o respeito, e achei lindo ela lembrar dele, e Jesus mesmo disse que muitos falariam em seu nome, mas para enganar, e ela fez porque lembra e respeita Jesus. Valeu Wanessa!!!!!!

     
  100. Daniele Santos
     

    Muito bem explicado.

     
  101. eu adorei esse site me ajudou muito para eu fazer uma pesquisa para a escola

     
  102. Ricardo B. Rodrigues
     

    Queridas Paula e Daniele,

    O exemplo está equivocado. Estou acabando de escrever um livro que explica todos estes termos que há muito vem confundindo muita gente. Tenho amigos e amigas publicitários (ou propagandistas) e eles também se confundem. Este erro de tradução vem de muito tempo e até hoje a maioria não sabe dizer a diferença. Procure outras fontes, e de preferencia textos em inglês, que foi de onde copiamos “quase” tudo nas agências de Propaganda (ou de publicidade?). Façam outras pesquisas, não levem tudo que está escrito na internet como verdade. Qualquer livro que trata do assunto dirá que a diferença entre um vocábulo e outro é exatamente o contrário do que o colega Caio Costa expôs no seu blog.
    Abraço
    Ricardo

     
    • Caio Costa
       

      Ricardo,

      No seu livro você explicará o motivo do termo “informe publicitário” ser usado em anúncios de empresas e não o termo “informe de propaganda”?

       
      • Ricardo B. Rodrigues
         

        Claro que sim Caio. O livro deve sair no primeiro trimestre de 2012. Venho pesquisando desde 2008 e acho que consegui definir bem a diferença entre estes dois termos, entre outros. O Problema é que tanto a CENP quanto a Sinapro e até mesmo o dicionário de Comunicação do Rabaça não explicam devidamente estes termos. No dicionário eles falam sobre todo o tipo de propaganda, mas quando você vai olhar a palavra Publicidade, te apontam para propaganda, ou seja, no Brasil elas têm a mesma acepção, e isto é fato. Escrevo também sobre merchandising, sales and promotion, entre outros termos de marketing.
        Um abraço,
        Ricardo

         
    • Ricardo Brinco
       

      Ricardo,
      Vejo que vc polemizou (o que é muito bom, salutar), contudo observei que vc não deu o seu conceito. Trabalho com gestão de vendas e notei que Kotler em seu livro Principios de Marketing fala justament o contrário. Como posso ter acesso ao seu livro?

       
      • Caro Ricardo Brinco,

        A obra está sendo revisada e espero que até Março de 2012 esteja pronta.

        Nas faculades e cursos de pós graduação nas áreas de marketing, administração, economia, recursos humanos, etc. os professores, geralmente, colocam títulos de livros em inglês na bibliografia de estudos. Por este motivo, comecei a comprar livros de marketing de autores americanos, canadenses e ingleses, no idioma original e não traduções vendidas no Brasil. A partir destas leituras optei por introjetar os conceitos de marketing como são usados nos EUA, Canada e UK, acreditando que tenham as definições corretas.
        Se quiser podemos conversar sobre conceitos de marketing. Meu email: ricardorodrio@yahoo.co.uk.
        Um abraço. Ricardo

         
  103. PAULO FERNANDES
     

    não seria o contrario? Publicidade ( institucional, sem preço, abordando apenas qualidade etc. Propaganda promoção preços, etc ? Pense !

     
  104. Ricardo B. Rodrigues
     

    Outra coisa Caio, hoje é mais bonito falar em publicidade do que propaganda. Você fala: uma peça publicitária e não uma peça de propaganda. Escuto mais Agência de Publicidade do que Agência de propaganda. Ao mesmo tempo é mais comum falar “vi uma propaganda na televisão” do que “vi uma publicidade na televisão. Nos muitos sites em português, como você mesmo escreveu, os anúncios são publicidade e não propaganda… e assim por diante. Já li livros de autores consagrados que usam as duas palavras no livro. Creio que seja para não repetir muito propaganda ou publicidade.
    Abraço
    Ricardo

     
  105. fernando reis
     

    ow, vcs naum vão brigar aqui naum neh!!!! por favor!!!

     
  106. thamyre araujo
     

    Mto legal….
    eXPLICAÇAÕ NOTA DEZ

     
    • Thamyre, a explicação no blog está equivocada. Se fosse o caso, onde o autor diz que publicidade se cobra e propaganda não, por que temos o SINAPRO, Sindicato das Agências de Propaganda? E o que as agências de propaganda fazem? Bem, Elas fazem muita coisa e essas coisas são feitas para que a empresa venda seus produtos / serviços e tenha lucro. Seja um comercial de televisão, um spot para rádio, um anúncio para revista / jornal ou um logo para uma empresa. Tudo, mas tudo mesmo é feito com o objetivo de que o anunciante ganhe com isso. Se não fosse assim, as agências não teriam razão de ser. Foi convencionado no Brasil que tanto propaganda quanto publicidade tivessem significados diferentes, mas na realidade sempre foram usados com a mesma acepção. É só procurar e ver que tanto a agência de propaganda quanto a agência de publicidade fazem as mesmas coisas. É o mesmo que você perguntar qual é a diferença entre as frutas pinha e fruta de conde. Não há, é a mesma fruta com nomes diferentes.
      Abraço
      Ricardo

       
  107. é facil de ser definado ,propaganda é pago , publicidade é de graça , é a mesma coisa de eu ir no Jo Soares com uma camiseta da minha lanchonete. Nao paguei nada e fiz minha publicidade .. ta vendo , simples de tudo .

     
  108. Que eu saiba essa explicação esta errada!
    Publicidade vem da ideia de tornar publico.
    E propaganda vem da ideia de propagar.
    Uma mudança na lei, por exemplo, é tornada publica através de publicidade.
    Agora ideias revolucionarias, religiosas e etc, são propagadas pela população.
    Acho que a diferença é que a publicidade passa informação, já a propaganda visa dar uma pista de ideias mais complexas, visa fazer pensar.

     
  109. Ma, a sua explicação, como a de várias outras pessoas, está equivodada. O que faz uma agência de publicidade? Não faz o mesmo que uma agência de propaganda? Ambas fazem as mesmas coisas. No exemplo que você citou, podemos dizer que você fez propaganda da sua lanchonete também, porque, no Brasil, anunciar é fazer propaganda…. ou publicidade. Tanto faz o termo que você usa, ambos se referem a mesma coisa. No caso do programa do Jô, você talvez não pudesse entrar com uma camiseta com o endereço de web da sua lanchonete porque estaria usando o programa para anunciar o seu negócio, a sua marca, o mesmo que fazer propaganda do seu negócio.

    Abraços

    Ricardo

     
  110. Beneméritos… Ricardo, Mauricio…
    Entendo o interesse do debate dos amigos, quase tornando um colóquio, mas acredito que ele não é adequado para um comentário de blog. Seria bacana tal ajuste ser concluído via IM, Tinychat ou até um boteco.

     
  111. PARA CONFIRMAR A DIFERENÇA, BASTA DAR UMA OLHADINHA NA LEI DA PROPAGANDA 4.680 , OU NO LIVRO DO TERENCE SHIMP – PROPAGANDA E PROMOÇÃO.
    A PROPAGANDA É A FORMA DE VEICULAÇÃO DE MENSAGEM EM QUE SE RESERVA O ESPAÇO NO VEÍCULO, VEICULA E PAGA POR ELE.
    A PUBLICIDADE E ESPONTÂNEA, POIS NÃO HÁ RESERVA DE ESPAÇO, NEM PAGAMENTO PELA UTILIZAÇÃO DO MESMO.
    OS CONCEITOS: PROPAGANDA POLÍTICA GRATUITA E INFORME PUBLICITÁRIO ESTÃO INCORRETOS CONFORME A PRÓPRIA LEI QUE REGE ESTA ÁREA PROFISSIONAL.

     
  112. João Paulo
     

    O CDC não fez distinção entre publicidade e propaganda, contudo destaca-se a diferenciação
    exposta pó Benjamin:
    a) a publicidade seria o conjunto de técnicas de ações coletivas utilizadas no sentido de promover
    o lucro de uma atividade comercial, conquistando, aumentando ou mantendo a cliente.
    b) a propaganda é definida como o conjunto de técnicas de ações individuais utilizadas no sentido
    de promover a adesão a um dado sistema ideológico (político, social e econômico).

     
  113. esse site foi muito bom para mim me ajudou a responder meu supervisor … foi uma “colinha” digamos assim sabe? eu só tenho a agradecer vocês do blogcitario.blog.br VLW!

     
  114. Cuidado quando falam que o conceito aqui explanado “está errado”, pois “seria o contrário”.

    Há o conceito de publicidade e de propaganda que sempre existiu no meio acadêmico e profissional de Publicidade & Propaganda – ou seja, tratado nas áreas de artes e comunicação.

    Estes conceitos foram exatamente os descritos aqui.

    A polêmica vem através do conceito de publicidade e de propaganda que existe no meio acadêmico e profissional de Marketing – ou seja, tratado nas áreas de administração e negócios.

    Estes conceitos de marketing tratam os dois termos com o significado justamente contrário entre eles, se tornando inverso ao tratado em comunicação social.

    Como nas últimas décadas, no Brasil, houve uma verdadeira exurrada de novos cursos de Marketing e MBA’s por todo lado, trazendo um verdaeiro boom no setor, a idéia desses conceitos inversos do mundo do marketing também acabou sendo engolida para os ramos da comunicação social, atingindo diversos jovens profissionais tanto de administração e negócios quanto de artes e comunicação.

    Portanto, é simples: o conceito para artes e comunicação é, sim, o citado acima nesta blog. Em resumo: o termo “publicidade” é voltado para a difusão comercial de produtos, processos, serviços, marcas, empresas, etc. Já o termo “propaganda” é voltado para a difusão tendencional de idéias, causas, posições, atuações e agendas.

    O conceito para o marketing muda, havendo ou uma tradução dos termos ingleses, ou uma troca entre os significados comerciais e políticos, ou até uma relação monetária entre o pago e o espontâneo. Por isso o espanto quando uma área dá de encontro ao conceito da outra área, nascendo as discussões “você está errado”, “não, você é que está”.

    Mas em tempo: há muitas agências de publicidade que têm seus nomes como “agência de propaganda” pela relação contextual da sociedade, pois desde a época dos “reclames” que as donas de casa e famílias em geral diziam erroneamente que viram “uma propaganda” na tv ou na revista, quando na verdade se tratava de publicidade.

    Enfim, não existe conceito errado. O que existe é a diferenção acadêmica e profissional entre áreas de atuação.

     
    • Parabéns Helena! Alguém apresentando conceitos científicos e não um bando de gente dizendo “eu acho”, “me disseram”, “li em um site”. Corretíssima! A confusão se dá pela tradução do inglês. Aliás, como está na wikipedia, o termo “propaganda” tem a sua origem no gerúndio do verbo latim propagare, equivalente ao português propagar, significando o ato de difundir algo, não necessariamente cobrando por isso.

       
    • São tantas as contradições, mas particularmente acho que eles devam ser adotados como sinônimos, já que o povo é capaz de mudar a língua por meio da sua cultura. O maior problema vai ser na diferenciação quando o efeito for negativo da propaganda/publicidade não paga, de resto ambas podem trazer benefícios. Mas enquanto esse impasse não se resolve, o que eu considero como certo numa prova de concurso, por exemplo? A definição do Kotler, que é respeitadíssimo ou do povo e dicionários brasileiros?

       
      • João A. Lemes
         

        Certamente que vai corrigir suas provas, não saiba o verdadeiro significado da propaganda e publicidade, seja quem for corrigir.

         
    • kkkkkkk um lixo se for pra falar merda nao fala nada

       
    • SENSACIONAL a sua definição. Já havia postado algo em maio, em março não me lembro mais.

       
  115. Eu andei pesquisando em outros site, e outras pessoas que sabem qual é a diferença entre esses conceitos, e todos me disseram que estava errado a explicação desse site . O certo seria propaganda COM FINS LUCRATIVOS E publicidade SEM FINS LUCRATIVOS ….
    agora fiquei confuso…

     
  116. a iav es edof sues olhif ad atup !

     
  117. João de Lima
     

    Sou profissional de Marketing e não me preocupo muito com estas coisas, pois para realizar o meu trabalho, isso é uma questão que não faz diferença. Nenhum cliente até hoje, me pediu que fizesse uma coisa e não fizesse a outra. O que todos querem é resultado. Diante da necessidade de meu cliente, a gente faz o planejamento das ações, escolhe as mídias de acordo com o público alvo e o que o cliente quer mesmo é ver sua marca reconhecida e suas vendas bombando.
    O que difere às vezes uma criação ou uma campanha de outra é comercial ou institucional.

     
    • Mário Costa
       

      Concordo com você João de Lima, eu sou um publicitário prático….trabalho com propaganda em carros de som, faço a criação do texto para produção do spot, faço veiculação de propaganda de imagem e vídeo no painel eletrônico ( LEDES)…é verdade o seu post.
      Meus clientes mesmo falam: eu quero é meu retorno, eu quero é “bombar” nas vendas, eu quero ver minha logomarca, quero ouvir minha propaganda..rsrsr!.

      É VERDADE!!!!!

       
  118. Patrício Lima
     

    Para encerrar toda essa discussão, aqui um trecho de uma reportagem da revista mundo estranho comentando essa diferença: “Propaganda é a divulgação de ideias para influenciar o comportamento. Ela tem caráter ideológico e o objetivo de converter opiniões.
    Já a publicidade é uma ferramenta de comunicação que tenta convencer o consumidor a adquirir um produto ou serviço. Assim, campanhas políticas
    e de prevenção dê doenças, por exemplo, são propaganda, e anúncios de produtos, publicidade. Esses termos, porém, às vezes se misturam.”

     
  119. Pôxa gente, que chato… eu um rêles motoqueiro entrei neste blog pra saber a diferença entre as palavras, e acabei descobrindo que nem mesmos vcs sabem. Como aprender a minha lingua nativa, se todas as palavras são derivadas de outra lingua, e na hora da tradução temos esse conflito de interpretações ?

     
  120. Puxa ! Muito bom o artigo e bem explicado, agora já sei a diferença entre publicidade e propaganda ! Obrigado !

     
  121. Pierre curi
     

    Exatamente…

    Só não acho que tem essa divisão financeira na prática…

    Posso fazer uma publicidade paga ou não paga.
    O merchandinsing mostrando um produto, ou logomarca atrás de alguém na TV é uma publicidade paga. Algum anunciante paga para ter sua marca exposta mas sem vendê-la.

    Ou quando alguém dá alguma entrevista ao vivo na tv falando que como sempre em algum lugar específico. Pode estar falando sinceramente ou algum jabá.

    Já a Propaganda como você vende qualidades ou defeitos do quesito anunciao, sempre vendendo serviços, produtos, conceitos, hábitos e atitudes que devem ser tomadas em prol de algum anunciante. Mas geralmente é paga.

    Quanto ao curso de Publicidade e Propaganda nas universidades acho corretíssimo. Tornar público para propagar…

    Parabéns pelo post, abração!

     
  122. Pierre curi
     

    Quanto a palvra logomarca e logotipo, e o mesmo dilema entre tipologia e tipografia… e lá vamos nós.

     
  123. tirou todas as minhas dúvidas parabéns ao autor.

     
  124. Publicidade: VENDE.
    Propaganda: CONVENCE.

    Publicidade: FAZ GASTAR DINHEIRO – COMPRAR OU USAR -, INDEPENDENTE DO MOTIVO.
    Propaganda: FAZ PENSAR – OU AGIR – DIFERENTE POR O QUE SE ACREDITE SER UM BOM MOTIVO.

    Publicidade: COMERCIAL.
    Propaganda: RELIGIOSA, SOCIAL, POLÍTICA, ELEITORAL.

    Publicidade e Propaganda: UMA COISA.
    Administração e Marketing: OUTRA COISA.

    Publicidade lá fora: ADVERTISING.
    Propaganda lá fora: PROPAGANDA.

    Simples assim…

     
    • Emerson.

      Se fosse simples assim não teríamos tanta celeuma sobre o tema. Na realidade no Brasil os termos são usados por todos (eu disse TODOS) da área.
      Você colocou que Publicidade lá fora é Advertising. E Publicity? Você sabia que publicity não tem nada a ver com advertising?
      Lá fora, propaganda é propaganda mesmo, mas com outra acepção, não da forma como empregamos no Brasil.
      Não é tão simples assim..

       
  125. Para não perder a piada…

    Marketing: COMPLICA.
    Publicidade: SIMPLIFICA.

    Brincadeira galera, mas, na real, cada um no seu quadrado, agora se o conceito é de uma área (atividade) cabe à outra aceitar, não tentar impor o seu.

     
  126. Elisangela de Oliveira
     

    Nossa voces sao de mais.!!!!
    Isso que e legall,, todos dando seu ponto de vista
    Enfim, consegui dar enfase em meu texto..

     
  127. Fábio Martins
     

    Esse conceito deturpado de Publicidade e Propaganda é derivado de um erro de tradução grosseiro, feito pelos primeiros revisores técnicos, em meados do século passado, nas primeiras publicações lançadas no país. O camarada que sistematizou o mix de comunicação como parte dos 4 p’s, Jerome McCarthy, deixou clara a divisão entre “Publicity” e “Advertising” e somente no Brasil esse escândalo persiste. Parece-me muito com a utilização equivocada do termo “Merchandising”.

    Segundo MacCarthy: Propaganda é toda forma de comunicação na qual é pago o uso do meio ou doado e há controle do teor da mensagem. Já a publicidade, segundo o autor, é quando não há custo para a disseminação da mensagem pelos meios e, em alguns casos, não há meio. Nesse caso, não existe total controle do conteúdo da mensagem.

    Gilbert Churchill, em seu livro “Marketing: Criando valor para os clientes”, 2ª edição, capítulo 17, página 452, ratifica exatamente o mesmo ponto de vista.

    Há algo muito importante e que deve ser observado: os revisores técnicos.

    Cada revisor pode colocar sua própria experiência no momento de estabelecer o caráter técnico de um termo. No caso do livro do Kotler “Princípios de Marketing” o revisor da 12ª edição é Dílson Gabriel dos Santos, na 7ª edição foi Roberto Meireles Pinheiro. E isso pode de fato gerar pequenas mudanças em edições diferentes de uma mesma publicação. Cabe salientar que, já na sua origem, o livro “Princípios de Marketing” é fraco e confuso. Prefira utilizar o livro “Administração de Marketing”, edição revisada pelo Ms. Arão Sapiro, que é a que mais preserva os conceitos originais da obra.

    Outro ponto interessante é que, na maior parte das bibliografias respeitadas, a classificação dos anúncios aparece como: Propaganda Institucional, Propaganda de Venda, Propaganda Promocional, Propaganda Comparativa, Propaganda Cooperada etc. Os termos variam, de acordo com a bibliografia, mas preservam o mesmo princípio. Não se encontra essa classificação como publicidade. Um ponto a mais para o uso correto do termo.

    Em relação à disseminação do termo publicidade, de forma equivocada, tem relação também com a regulamentação do setor. Essa regulamentação é feita por projetos de lei, oferecidos por políticos mal assessorados e que adotam a compreensão leiga na redação legal.

    Muitos confundem o termo com a etimologia das palavras. Entendo que devemos ser práticos nesse sentido, em vez de devagar sobre o tema retratando conceitos medievais e da segunda guerra. Isso me parece bem ao gosto dos soberbos acadêmicos brasileiros.

     
    • Caro Fabio Martins,

      Muito bem colocado.
      Não somente Jerome McCarthy deixou clara a divisão entre “Publicity” e “Advertising”, como todos os autores ingleses, amaricanos, australianos, etc. que escrevem sobre o assunto no idioma inglês. Como você sabe, “Publicity” está ligada a área de “Public Relations” e isto até agora os autores brasileiros não consertaram. Sou favor de uma mudança austera para que as universidades ensinem a terminologia de marketing, e seus conceitos, em inglês. Somente assim não haveria a grande avalanche de deturpações e dificuldade para entender “todos” os vocábulos que são usados equivocados no Brasil. Merchandising, Publicity, Public Relations, Product Placement, Advertising, Greenwashing, Word of Mouth, etc.

       
  128. Os meus professores usam uma explicação bem simples:

    Beba leite. (Propaganda)
    Beba leite Parmalat. (Publicidade)

     
    • Fábio Martins
       

      Isso é um absurdo sem cabimento. De onde eles tiraram isso?

      Beba leite: Propaganda para demanda primária
      Beba leite Parmalat: Propaganda para demanda seletiva

       
  129. Eu já cansei de ouvir de um milhão de pessoas que Publicidade não é um curso favorável para o desenvolvimento financeiro, que é um curso saturado, entre outros. Eu tenho uma paixão por leitura e escrita. Me relaciono bem com amigos, chego num ambiente e logo consigo sair com a simpatia de todos que estavam a minha volta. Me considero criativa, tanto na prática da escrita como na arte de criar eventos ou coisas que necessitam de uma atenção especial para atingir um publico alvo. Por mais que eu tenha essa paixão pelo curso, sempre fica a dúvida pela situação financeira, e por toda a concorrência que existe no curso. Gostaria de pedir ajuda a vocês que são formados e estão se formando para que possam me informar o que vocês estão achando do curso e como está sendo para entrar no mercado de trabalho. Obrigada, Laura

     
  130. daniel gustavo
     

    publicidade = publicar uma idéia qualquer (agencia)

    propaganda = proparar a idéias (veículo)

     
  131. carlos viola
     

    COMO SOU DA ÉPOCA DO “RECLAME” NÃO FAÇO CONFUSÃO NENHUMA SOBRE OS DOIS………….
    ACHO QUE É IGUAL DIFERENCIAR SOVACO DE AXILA.
    TUDO ESTÁ TUDO NO MESMO LUGAR……

     
  132. É fundamental saber definir essa diferença. Principalmente quem trabalha com isso… Visitem o face do Chaw!!! E Chaw pra vocês!

     
  133. Ta errado

    A palavra propaganda vem do verbete latino “propagare”, ou seja, propagar. A propaganda é um instrumento de persuasão de idéias, de uma doutrina ou ideologia (podendo ser aplicada para religiões, política etc.) e ainda para bens e serviços. A propaganda visa difundir informações (geralmente pagas), o objetivo é induzir a atitudes de aquisição do que se anuncia, é um direcionamento do comportamento humano para um sentido, configurando-se assim na comunicação de massa propriamente dita.

    Já publicidade, do latin “publicus”, é a maneira de tornar pública alguma coisa. Publicidade é o esforço de comunicação que busca influenciar certos hábitos, entretanto, sem o aparecimento do anunciante. Geralmente, é o que se costuma conhecer por propaganda comercial. De qualquer forma, a publicidade é uma área bem mais ampla e envolve a propaganda.

     
  134. vitoria caroline
     

    tenho trabaljo de portugues sobre propaganda e publicidade

     
  135. Jorge da Conceição Perquito
     

    Sou obrigado a concordar com o Emerson na explanação acima.

     
  136. Publicidade é a atividade de divulgação de um determinado produto. Criatividade com agilidade é a receita do sucesso.
    Martins, da Martins Publicidade

     
  137. Zeka Manenga
     

    Oi, a diferenca é correta.

     
  138. me ajudou bastante na lição de casa. muuuito obrigada pela ajuda.uma duvida(kkk):(quero ver se vc sabe) vamos ver se vc é boa em mat.eu tinha 9.652 reais.comprei uma camiseta de 59.90,uma bermuda de 45.50, um batõn de 7.59 e 2 sapatilhas de 30.78 cada.quanto sobrou de dinheiro (kkk facil)???quem sabeee???

     
  139. Sou estudante do penúltimo período de Marketing, e vi que a informação está errada. Segue as definições corretas:

    Publicidade – comunicação não pessoal e paga, de promoção de idéias, bens ou serviços, que leva a cabo um promotor identificado.
    Propaganda – mensagem divulgada em veículos de grande penetração (TV, rádio, revistas, jornais etc.) e patrocinada, isto é, paga por um anunciante que tem por objetivo criar ou reformar imagens ou referências na mente do consumidor, predispondo-o favoravelmente em relação ao produto, serviço ou empresa patrocinadora.

    Ou seja, Publicidade é a comunicação em geral que promove a empresa ou produto. E a Propaganda é a mensagem que é transmitida para o público. AS DUAS SÃO PAGAS, e uma está intrínseco à outra.

     
  140. Propaganda é sim sem fim lucrativo, afinal, quando voce diz que uma loja é muito boa para o seu amigo, voce está propagando a marca, sem que ganhe nada sobre isso, já publicidade acontece se no mesmo caso, a loja pagasse pra voce falar bem dela.

    Simples assim.

     
  141. E para os que citam livros de marketing…para o marketing, os conceitos provavelmente se diferem…porém são áreas DISTINTAS, o profissional de marketing elabora estratégias focadas no benefício do cliente, já a publicidade ( e/ou propaganda) executa essas estratégias de forma que atinja exatamente o público alvo definido pelo marketing na sua estratégia. Portanto, não confunda definições de marketing com a real essência da publicidade. Tanto isso é fato, que dentro do curso de publicidade existe a matéria de Marketing ( ou mercadologia para algumas faculdades), cujo objetivo é o profissional de publicidade se interar com o que é o marketing, de forma que a comunicação e a efetividade do conjunto se torne mais alta.

     
  142. acho q nao enterdi

     
  143. André Felisberto
     

    Propacidade ou Publiganda???

    Minhas palavras:

    A propaganda é a alma do negócio. A publicidade é a alma da propaganda.
    A publicidade é o ato de criar a idéia que de alguma maneira precisa ser propagada para tornar-se visível.

    Disseram aqui no Blog:

    Helena:
    “propaganda” é voltado para a difusão tendencional(nunca havia escutado essa palavra e sim TENDENCIAL) de idéias, causas, posições…
    Quando o Neymar faz propaganda para um amigo de algo que esta usando por exemplo isso vende que é uma beleza.

    Emerson

    Brincadeira galera, mas, na real, cada um no seu quadrado, agora se o conceito é de uma área (atividade) cabe à outra aceitar, não tentar impor o seu.
    CAda um no seu quadrado? Você acabou de fazer uma propaganda usando uma frase que vendeu muito.

    Fábio Martins

    Segundo MacCarthy: Propaganda é toda forma de comunicação na qual é pago o uso do meio ou doado e há controle do teor da mensagem. Já a publicidade, segundo o autor, é quando não há custo para a disseminação da mensagem pelos meios e, em alguns casos, não há meio. Nesse caso, não existe total controle do conteúdo da mensagem.
    Quase sempre somos obrigados a ter o controle da mensagem sob penas impostas pela lei. Salvo algumas brechas que por algum tempo são utilizadas para o fim.
    Ou você acha que a camisa que um sujeito que esta na mídia com várias marcas estampadas são propaganda? Seria publicidade já paga anteriormente?
    Propaganda política= Uma pessoa vendendo sua idéia de forma subliminar, uma publicidade escancarada da marca do Partido (que ao meu ver era para ser inteiro) afinal nós é que pagamos por isso.

    Érica

    Propaganda – mensagem divulgada em veículos de grande penetração (TV, rádio, revistas, jornais etc.) .
    Como assim? O senhor tava fazendo propaganda do seu doce aqui no bairro, sem nenhum desses veículos citados acima e de quebra uma publicidade imensa da sua marca.

    Brian
    Propaganda é sim sem fim lucrativo, afinal, quando voce diz que uma loja é muito boa para o seu amigo, voce está propagando a marca, sem que ganhe nada sobre isso, já publicidade acontece se no mesmo caso, a loja pagasse pra voce falar bem dela.
    Simples assim.

    Meu caro, você é que não sabia que por trás da propaganda do seu ammigo ele estava ganhando desconto em cada indicação. Se liga.

     
    • André, com todo respeito: Você não apenas comentou equivocadamente os posts, como claramente não tem base técnica para essa discussão.

      Jurei que não comentaria mais esse post, mas você tornou isso impossível. Você está fazendo comentários em cima do que você acha. Ao ler meu post perceberá que usei como referência o profissional e autor que sistematizou a comunicação de marketing. Não fui eu quem disse. Foi MacCarthy.

      Quando o Neymar faz a divulgação de algo de um amigo ele se torna porta-voz se uma ideia. Ele usa sua influência desenvolvendo relações públicas.

      A assessoria de imprensa, uma ferramenta publicitária, dissemina ideias e conceitos para os veículos de comunicação. É possível controlar a forma como o veículo vai utilizar essa mensagem? Em princípio a empresa paga uma matéria publicada na Veja ou no JN que cita seu nome? Ela tem controle sobre essa mensagem?

      Uma marca em uma camisa de time chama-se patrocínio e é uma forma de promoção institucional. Tem como intuito aumentar a visibilidade da marca. Quando a TV a exibe gratuitamente trata-se de publicidade. Agora me diga, você tem controle sobre essa mensagem? Você pode exigir que a Globo deixe de borrar o logo dessa camiseta em uma matéria? Ou que a Rede TV deixe de inverter as imagens para dificultar a visualização das marcas? Você controla isso? Em relação à Propaganda Política você só reiterou o que eu disse. O espaço é cedido pelo fato da TV ser um concessão pública. Mas o controle da mensagem está presente e os custos de produção também. Pode ser considerada até uma propaganda cooperada, já que pagamos pelo espaço. rs

      O senhor que vende doces no seu bairro está fazendo uma ação promocional, tal qual o que distribui panfletos. E, no caso da indicação, trata-se de uma forma de buzz marketing, associado a outras técnicas.

      Entendo que este post foi criado para ajudar quem tem dúvidas sobre o uso das ferramentas de propaganda e publicidade.

      Se alguém “acha” que é alguma coisa, seria interessante pesquisar antes, para não disseminar conceitos errados e sem embasamento.

      Sorte na vida.

       
  144. André Felisberto
     

    Obrigado Fábio.
    Acabei por atingir meu objetivo.
    As Sinceras desculpas caso tenha ofendido alguém.
    Somente para constar:

    Publicidade remunerada pode ser ou não ser propaganda.

    Toda e qualquer despesa feita com Propaganda tecnicamente elaborada – direta do produto ou serviço – promocional de venda ou
    de prestígio – institucional ou indireta, por mais ostensiva que possa
    parecer deve ser considerada pelas autoridades fiscais como despesa legal, economicamente justa e oficialmente reconhecida, pelos
    resultados que traz ao produtor, pelos benefícios que proporciona ao
    consumidor e pela real função como elemento promotor do desenvolvimento do país.

    Pra finalizar uma matéria que eu achei não me lembro aonde, porém é só googlear que os senhores e senhoritas encontram.

    Foi aprovada pela comissão e pelo plenário, sendo única mudança a substituição de “Publicidade” por “Propaganda”.
    No relato ao plenário, assim manifestou-se José Kfuri, o relator:
    “Os investimentos feitos na propaganda são hoje aceitos como parte integrante do custo, uma vez que se capitulam nas despesas de distribuição. Não é, pois, aceitável que as leis da Nação – estimulantes que devem ser do seu desenvolvimento – taxem e agravem despesas
    legítimas. A despesa feita com Propaganda deve ser reconhecida pelo Fisco como despesa legal, economicamente justa e sadia”.

    Com a certeza que sou um grãozinho e assim seja feita a vontade do nosso Senhor.

     
  145. Giselda Poiani
     

    Alguns dos envolvidos nessa discussão sobre o que é Publicidade e o que é Propaganda, citaram Philip Kotler, Cenp. Sinapro e Rabaça, mas todos se esqueceram do nosso autor brasileiro Armando Sant´Anna, autor obrigatório nos cursos de Publicidade e Propaganda. Penso que a definição clara dos termos devem existir para a boa condução dos trabalhos no mercado publicitário, como termos técnicos que auxiliam no dia a dia das agências, pois segundo sua sábia e clara explanação, no livro “Propaganda: teoria, técnica e prática”, ” Propaganda é definida como a propagação de princípios e teorias. Foi traduzida pelo Papa Clemente VII, em 1597, quando fundou a Congregação da Propaganda com a intenção de propagar a fé católica pelo mundo. Deriva do latim ´propagare ´ que por sua vez deriva de ´pangere ´ que quer dizer enterrar, mergulhar, plantar, como então a propagação de doutrinas religiosas ou princípios políticos.” Alguém aí já ouviu falar de publicidade política? Creio que não, o correto é sempre propaganda política. Para o autor, Publicidade deriva de público (do latim ´publicus ´) e designa a qualidade do que é público. Significa o ato de vulgarizar, de tornar público um fato, uma ideia ou um produto que se queira vender. Enfim, se é Publieditorial, se é anúncio em revista ou tv, se a produção disso é no-mídia ou new mídia, tudo isso cai na questão da técnica que se utiliza para a realização de uma Publicidade ou de uma Propaganda. Por isso o Planejamento é tão importante numa campanha de publicidade e propaganda.

     
  146. Gostei muito do post, está muito claro e bem explicado.
    Outro assunto interessante a ser tratado seria ” O que é Marketing?” Parece ser simples essa resposta, mas com a popularização do termo, qualquer tipo de ação as pessoas acham que é marketing e nem sempre é.

     
  147. Dentre vários comentários e explicações à cerca do assunto: PROPAGANDA X PUBLICIDADE, você fica confuso, com tantas contradições, no entanto, a mais confiável, digamos assim, é a de helena. Em seu comentário que diz: Publicidade é voltado para a difusão comercial de produtos,processos, serviços, marcas, empresas etc.Propaganda é voltado para a difusão de idéias, causa, posições, atuações e agendas. Agora me diga lá! Quem já fez uma propaganda ou uma publicidade que não pagou nada?. Deve-se ter ideia de quem faz o serviço, e de quem contrata o serviço, qual a finalidade a que se destina aquele informativo, para ter então uma definição concreta.

     
  148. QUE COMENTÁRIO DE CACA!

     
  149. cheio de blablabla e ninguém insere fonte confiável? Tá brincando que esse pessoal passou por alguma faculdade e não sabe que para ter conceito válido precisa demonstrar fonte …

     
  150. Gente!
    Parem de sofrer. Penso que a confusao ronda no brazil pois, aqui em Maputo ta tudo bem claro devido a consonancia das entidades acadèmicas à cerca do assunto. Publicidade è tornar uma marca, bem ou serviço, público e com fins lucrativos. Ao passo que propaganda è o acto de implantar uma ideia, crença ou modo de agir no sujeito. Ela pode ser de caràcter eleitoral, social, religioso ou politico.

     
  151. Você com toda a certeza já ouviu a seguinte frase “A propaganda é a alma do negócio”. Somos constantemente bombardeados por comunicações diárias, seja em televisão, na banca de jornal, no ônibus, metrô, dentro de mercados, ou ao passar pelas ruas. Agora, eis a pergunta: o que você enxerga são publicidades ou propagandas? Se a sua resposta foi “A mesma coisa, pois são sinônimos”, eu digo que a sua resposta está errada, pois, existe uma singela e muito importante diferença entre as duas palavrinhas, que irei explicar:

    A PROPAGANDA é a propagação de idéias sem finalidade comercial/ lucrativa. Ela tende a influenciar o homem com objetivo cívico, político e religioso.

    A PUBLICIDADE é a arte de despertar no público o desejo de compra, levando-o a ação. É persuasiva com objetivo de obter lucro através da atividade comercial.

     

Deixe um comentário

 

 

 

© Blogcitário - o seu blog de Publicidade, marketing, viral e guerrilha. Todos os direitos reservados.

Rodando sob Wordpress. Layout e Programação por Hilder Santos.

Follow @blogcitario